Conheça doenças que podem acometer trabalhadores e direitos relacionados a elas

Existe um grupo de transtornos mentais que estão intrinsecamente ligados a fatores ocupacionais, ou seja, ao trabalho. Saiba mais.

Diante de uma sociedade marcada por discursos voltados ao estímulo da produção, do lucro, e uma dedicação intensa do tempo às atividades que levam o crescimento profissional, adoecimentos mentais e emocionais vem sendo cada vez mais discutidos. Estudiosos, especialistas e pesquisadores estão compreendendo de forma mais complexa, a relação saúde mental e trabalho e identificando fatores estressores que comprometem o bem-estar dos brasileiros, enquanto trabalhadores.

Nesta linha, diversas discussões e pesquisas já têm apontado o quão nocivos certos discursos e condições de trabalho podem ser nocivos à saúde de uma pessoa. Quem nunca ouviu, a infames frases como “Trabalhe, enquanto, eles dormem” ou “os resultados provêm do tempo que você dedica”.

Não há nada de errado em almejar o sucesso profissional, todavia, é preciso compreender que algumas filosofias, fundamentam determinadas práticas abusivas do mercado de trabalho que potencialmente acarretam sérios problemas ligados ao adoecimento mental.

Ao longo da vida, um profissional enfrenta diversos desafios que geram estresse, conflitos emocionais, isolamento, e outras consequências de natureza semelhante. Acontece que, a ausência de estímulo ao manejo dessas sensações e ao autocuidado, podem colocar o sujeito em condições preocupantes e graves, a exemplo de casos de depressão ou de doenças que atingem diretamente a saúde física.

Diante deste cenário caótico, separamos aqui a descrição de alguns transtornos relacionados ao trabalho que, hoje, já contam com amplas discussões de especialistas no assunto. Além disso, mediante a sua leitura, você também pode conferir quais são seus direitos, e o que fazer à medida que tais conjunturas estão presentes na sua vida.

Transtornos relacionados ao trabalho 

Antes de mais nada, cabe dizer que o conteúdo abaixo trata-se apenas de uma breve descrição de cada doença, cujo intuito é conscientizar sobre tais condições negativas. No caso de identificação com algum sintoma ou sensação semelhante, é sempre importante procurar o parecer de um profissional de saúde qualificado.

  1. Depressão: apesar de já ser uma doença amplamente conhecida que é desencadeada por diversos motivos de diferentes naturezas, já é atestado que ambientes de trabalho nocivos são uma das maiores causas da depressão. Trabalhadores acometidos pela enfermidade, costumam estar frequentemente com sensações de forte tristeza, desânimo, cansaço mental e físico, entre outros.
  2. Síndrome de Burnout: doença, geralmente, caracterizada por intensos esgotamentos físicos, mentais e psicológicos. A condição já é considerada uma enfermidade diretamente ligada a longos períodos de estresse no trabalho, seja por acúmulo de tarefas, constantes pressões de superiores, entre outros tipos de abuso;
  3. Bore-out: não é uma doença mental catalogada como oficial, mas atinge muitos trabalhadores com uma sensação marcada por tédio crônico, além de desencadear sintomas ligados a outras emoções desconfortáveis como raiva e tristeza. Profissionais enquadrados neste cenário, podem até mesmo desenvolver outros transtornos, como depressão e Burnout;
  4. Brownout: condição marcada por uma brusca queda nos níveis de energia vital do profissional, daí o nome que surgiu em uma comparação a fatores ligados à indústria de energia. Sintomas comuns e aparentes são: desinteresse pelo trabalho, apatia, fadiga, e falta de “vontade” para a vida em geral.

Direitos de trabalhadores nestas condições 

Em primeiro lugar, cabe destacar um direito fundamental de qualquer cidadão e dever do estado, estamos falando da Saúde. Muitos ainda atrelam, o conceito de saúde à condições ligadas ao corpo ou à ausência de doença. No entanto, este é um termo amplo que envolve além de problemas físicos, condições mentais, sensoriais e emocionais.

Além disso, o cuidado à saúde é essencial, logo, a principal recomendação é buscar o apoio de profissionais, sejam eles ligados à esfera privada (caso haja condições), ou ao Sistema Único de Saúde (SUS). Em alguns cenários, o cidadão precisará se afastar do trabalho para buscar tratamento, até porque a própria atividade laboral pode ter sido o principal motor das más-condições.

Neste sentido, além do afastamento junto à estabilidade no emprego, o trabalhador pode recorrer aos chamados benefícios por incapacidade do INSS, pagamentos mensais concedidos aos segurados que não possuem condições de exercer suas atividades de trabalho.

Quanto aos benefícios do INSS, são disponibilizadas duas alternativas, sendo o auxílio-doença, quando a incapacidade for considerada temporária, ou a aposentadoria por invalidez, concedida em casos nos quais a condição é permanente, ou seja, pode durar o resto da vida do segurado.

Fonte: Jornal Contábil

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Compartilhe nas redes!

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado só para você!
Segundo a Organização Mundial de AVC, a cada 6 segundos,…
Cresta Posts Box by CP

AVISO DE GOLPE

Logo New - Menezes Bonato Advogados Associados

Prezados clientes, informamos que tem pessoas usando indevidamente o nome do nosso escritório e até o nome dos advogados como por exemplo, se passando pela Dra. Danielle, onde o fraudário impostor está solicitando que seja feito o pagamento de algumas taxas para que seja liberado os valores do processo, a foto desta pessoa está com o logo do escritório e eles se apresentam como Dra. Danielle Ribeiro de Menezes Bonato em alguns momentos.

Informamos que não enviamos mensagem solicitando pagamentos, TED ou transferência e pedimos que caso venha ocorrer essa situação para imediatamente entrarem em contato conosco nos telefones do escritório (19) 3444-8624 / 3713-8614.

Agradecemos a compreensão.

Menezes Bonato Advogados