Faz parte do grupo prioritário? Veja o que fazer para receber a vacina contra a Covid!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Grupos prioritários: veja se você já pode receber a vacina

O Ministério da Saúde segue orientando os municípios a imunizar a população contra a covid-19, conforme as determinações do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNV).

Diante disso, muitas cidades já começaram a vacinar pessoas entre 18 e 59 anos com comorbidades. No total, este grupo possui 17.796.450 de cidadãos aptos a receber a imunização.

Para saber se você se encaixa neste grupo, uma lista com doenças consideradas comorbidades foi disponibilizada através do plano nacional. Acompanhe este artigo e conheça as doenças e veja quais são os outros grupos prioritários que aguardam a imunização.

Doenças

Ao todo, são 22 doenças descritas no plano nacional de vacinação. A especificação dessas comorbidades pretende auxiliar os estados e municípios à vacinarem este grupo que também é considerado de risco.

Para determinar essas doenças, foram feitos estudo prévios pelo Ministério da Saúde, com apoio de outros órgãos envolvidos no enfrentamento da covid-19. Então, veja se você possui alguma das comorbidades que garante o direito à vacina:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
  • Hipertensão arterial estágio 3;
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;
  • Insuficiência cardíaca (IC);
  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatias congênita no adulto;
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos;
  • Anemia falciforme;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de down;
  • Cirrose hepática;

Comprovação

Para receber a vacina, é necessário estar cadastrado no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) ou em alguma unidade de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde).

Alguns municípios também estão disponibilizando páginas na internet, a fim de que estas pessoas façam seu pré-cadastro e agendem a vacinação. Outros, estão utilizando registros em seus sistemas, para atender as pessoas que estão neste grupo.

Vale ressaltar ainda que, além do cadastro também é necessário fazer a comprovação da comorbidade. Para isso, tenha em mãos seus exames, laudo médico; bem como receitas de medicamentos, dentre outros documentos atualizados e que possam comprovar a enfermidade e demonstrar que você faz parte do grupo prioritário.

Depois, esses documentos serão registrados no banco de informações da vacinação, a fim de garantir transparência no processo de imunização.

Grupos prioritários

Segundo o plano nacional, a vacinação prevista se refere à seguinte ordem:

  • Trabalhadores da saúde;
  • População idosa;
  • Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas;
  • Pessoas com idades entre 18 à 59 anos e que possuem comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Pessoas em situação de rua e população privada de liberdade;
  • Trabalhadores do sistema de privação de liberdade;
  • Trabalhadores da educação, sendo ensino básico e superior;
  • Forças armadas e forças de segurança e salvamento;
  • Trabalhadores do transporte;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores portuários;
  • Trabalhadores industriais;

A vacinação contra a covid-19 foi iniciada aos 18 de janeiro, assim, mais de 40 milhões de pessoas já receberam a primeira dose.

Isso representa 18% da população. As vacinas utilizadas no país se referem à CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer.

Fonte: Jornal Contábil

Compartilhe nas redes!

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Recomendado só para você!
Método de comprovação volta a ser obrigatório em junho, pagamentos…
Cresta Posts Box by CP
Open chat