Pensão alimentícia: garanta o seu direito!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Entenda o que é a pensão alimentícia, assim como as particularidades que permeiam este assunto!

O Brasil é um país onde a grande maioria das pessoas não conhece sequer um terço dos direitos que têm garantidos por lei. 

Sendo assim, é de suma importância compreender o que a lei garante e, é claro, ter ao seu lado profissionais que consigam fazer valer cada um destes direitos perante a lei. Então, é neste contexto que, hoje, resolvemos trazer até você as principais informações sobre a pensão alimentícia e, principalmente, mostrar que este direito não é válido apenas em casos de divórcio matrimonial.

Dessa forma, se quer tirar todas as suas dúvidas sobre a pensão alimentícia e sobre como ela funciona, fique conosco até o final deste artigo e se deleite com as informações que tanto procurou.

Boa leitura!

O que é Pensão Alimentícia?

Em suma, a pensão alimentícia é um valor que deverá ser pago por uma pessoa à outra que não tenha condições para manter e suprir as suas necessidades básicas. Ou seja, este pagamento é feito mensalmente para uma pessoa com necessidade de sustento.

Sendo assim, é necessário compreender que, muito diferente do que a grande maioria das pessoas pensa, o valor desta obrigação não é pré-fixado. Dessa forma, segundo as normas judiciárias brasileiras, o pagador terá o valor estipulado judicialmente de acordo com as suas condições financeiras, assim como as necessidades que a pessoa a receber apresenta. 

Contudo, é necessário expressar o fato de que, a pensão alimentícia não deverá ser paga somente aos filhos. Visto isso, essa é uma obrigação incidente em diversas relações, tais quais:

  • Filhos em relação aos pais;
  • Entre irmãos;
  • Netos em relação aos seus avós;
  • Pai em relação aos filhos de até 18 anos;
  • Mãe em relação aos filhos de até 18 anos;
  • O ex-cônjuge ou ex-companheiro;
  • Pais em relação ao seus filhos de até 24 anos, desde que estes estejam estudando em cursos profissionalizantes, cursos pré-vestibular ou faculdade.

Dessa maneira, é necessário compreender que a pensão alimentícia é voltada ao sustento do beneficiado, então, ela servirá para arcar custos com alimentação, moradia, lazer, entre outros.

Pai e mãe pagam da mesma forma?

Assim como dito acima, visto que a Constituição Federal do Brasil prevê a igualdade entre homens e mulheres, a pensão alimentícia em relação aos filhos poderá ser paga tanto pela parte paterna quanto pela parte materna. Sendo que o não pagamento pode acarretar em prisão.

Como uma advocacia especializada pode te auxiliar no processo de Pensão Alimentícia?

Dadas as informações acima, é de suma importância levar em consideração que o auxílio de uma advocacia especializada em pensão alimentícia não deve ser descartada, uma vez que o profissional do direito conhece muito bem as particularidades deste assunto e será de grande-valia durante todo o processo de solicitação ou revisão do valor previsto pelo juiz para pagamento. 

Sendo assim, é importante citar, também, o fato de que a alimentação é um direito constitucional e deve ser seguido à risca, e contar com um advogado especialista pode representar a real diferença entre salvaguardar os seus direitos e da sua família ou deixar que o que é seu por direito escape por entre seus dedos.

Visto isso, caso precise do auxílio de um profissional especializado em pensão alimentícia, solicite ajuda e procure de um advogado que possa te passar confiança! Certamente será um enorme prazer poder ajudar!

PRECISO DE AUXÍLIO DE UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO EM PENSÃO ALIMENTÍCIA!

Compartilhe nas redes!

Summary
Pensão alimentícia: garanta o seu direito!
Article Name
Pensão alimentícia: garanta o seu direito!
Description
Entenda o que é a pensão alimentícia, assim como as particularidades que permeiam este assunto!
Author
Publisher Name
Menezes Bonato
Publisher Logo

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *