Quais as diferenças entre a Previdência Privada Aberta e Fechada?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com as mudanças na previdência pública e incertezas quanto ao planejamento financeiro do futuro, cada vez mais as pessoas, dos mais jovens aos mais velhos, estão buscando novas formas de investimentos, como a previdência corporativa fechada, previdência complementar e outros títulos disponíveis.

A previdência privada é um sistema que permite ao contribuinte investir e fazer seu dinheiro render para que tenha uma espécie de salário no futuro, garantindo a renda após a aposentadoria.

Você sabe quais são as opções da previdência privada e como funcionam os planos abertos e fechados? Tire suas dúvidas agora mesmo!

O que é previdência privada?

Antes de falarmos sobre as possibilidades e planos, é preciso entender o que é a previdência privada. Esse tipo de investimento é um sistema desvinculado da Previdência Social obrigatória, o INSS, e funciona como uma previdência complementar.

Mais do que uma poupança, esse é um investimento rentável a longo prazo e seu grande objetivo é ser resgatado após a aposentadoria para que os indivíduos possam ter mais tranquilidade em seus momentos pós trabalho.

Os planos de previdência privada são regulamentados como um tipo de seguro e, por isso, são regidos pela Superintendência de Seguros Privados, a Susesp, que fiscaliza os planos para garantir a segurança do setor.

Quais as diferenças entre previdência aberta e fechada?

Existem diferentes tipos de planos dentro das previdências privadas e elas podem ser abertas ou fechadas. Suas grandes diferenças estão entre a natureza e a entrada do plano. Confira suas particularidades!

Previdência aberta

As previdências abertas são mantidas por seguradoras e podem ser distribuídas para os interessados por meio de bancos, corretoras de investimentos e corretoras de seguros.

Dentro da previdência aberta existem dois tipos de planos que devem ser escolhidos de acordo com os objetivos e perfil do investidor. Trata-se do PGBL e VGBL.

O PGBL, Plano Gerador de Benefício Livre, corresponde a 6% dos planos de previdência, segundo dados da SUSEP relativos a outubro de 2020.

Ele é o mais indicado para quem faz a declaração completa do imposto de renda, afinal, com ele é permitido abater do cálculo do IR total todos os aportes realizados com previdência, limitado a 12% da renda bruta tributável do investidor.

No momento do resgate, o Imposto de Renda incide sobre o valor total do resgate e não apenas sobre o rendimento.

Já o VGBL, o Vida Gerador de Benefício Livre, corresponde a 93% dos planos de previdência do país. Essa modalidade é indicada para aqueles que não fazem a declaração completa do imposto de renda, afinal, ela não permite o abatimento dos investimentos realizados.

Já no momento do resgate, o imposto é descontado apenas sobre o valor dos rendimentos, ou seja, o montante que foi depositado pelo investidor não é taxado.

Previdência fechada

Já esse tipo de serviço, também conhecidos como fundos de pensão, são criados especificamente para funcionários de uma empresa e categoria e não são disponibilizados para todos os investidores.

É comum que esse tipo de previdência seja disponibilizado como benefícios aos funcionários. Como eles são planos sem fins lucrativos, eles costumam custar menos do que os planos de previdências abertos.

Os planos desse tipo variam de acordo com a política da empresa, que define quanto é feito de contribuição da parte do negócio.

Vale lembrar que, em caso de demissão ou desligamento, o funcionário rompe o vínculo com a empresa, mas ele pode continuar a contribuir naquele investimento, caso tenha interesse.

Além disso, é possível o pedido de portabilidade para outro fundo de pensão, caso o benefício seja também oferecido pelo novo empregador, ou para uma previdência aberta, com suas condições.

Conhecer sobre as possibilidades de previdência complementar é essencial para que sejam feitos os planejamentos financeiros para o futuro. Não importa a idade ou setor de trabalho, olhar para a previdência é um grande ganho que dá muitos benefícios na aposentadoria.

Você já está contribuindo para uma previdência fechada? Agora que você sabe mais sobre suas possibilidades, aproveite para refletir como ela pode se encaixar em seu orçamento e investimentos!

Fonte: Portogente

Compartilhe nas redes!

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Recomendado só para você!
Há pouco tempo surgiu o caso de uma segurada que…
Cresta Posts Box by CP
Open chat