Divórcio Litigioso: o que é e como ele funciona?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Divórcio Litigioso: Entenda O Que É E Como Proceder Em Tempos Onde O Distanciamento Não É Apenas Social, E Pode Acontecer Dentro De Nossas 

Entenda O Que É O Divórcio Litigioso E Como Funciona O Processo De Separação Através De Medidas Judiciais!

Em momentos de isolamento social, é normal que acabemos nos deparando com fantasmas próprios, quem dirá com aqueles de pessoas às quais pensamos conhecer.

Sendo assim, caso este seja o seu caso, e não haja mais a vontade – ou prazer – de manter um compromisso com seu parceiro ou parceira, mas a outra parte não tem interesse em separar-se, você precisa saber tudo sobre o divórcio litigioso, uma saída quando este é o único caminho.

Portanto, para que você consiga entender a fundo sobre este assunto, escrevemos este artigo mostrando não apenas o que é e como funciona este processo, mas apresentando cada uma das fases a fim de que não caminhe pelo escuro. 

Continue conosco e veja tudo sobre o divórcio litigioso.

Boa leitura!  

O que é divórcio litigioso?

Antes de mais nada, é preciso compreender que existem duas maneiras diferentes de se divorciar do seu parceiro ou parceira: o divórcio consensual e o divórcio litigioso

Em ambos os casos, a separação vai acontecer, mas o divórcio litigioso refere-se àquele onde as partes não conseguem entrar em um consenso quanto a uma ou mais partes que compõem a separação. Portanto, ele se dá através de um processo judicial, onde um Juiz de Direito deverá decidir por qual caminho o fato se dará. 

Sendo assim, é necessário levar em conta que existem diversos motivos para que o divórcio aconteça de maneira litigiosa, como, por exemplo: 

  • Discordância quanto à guarda dos filhos; 
  • Discordância quanto à divisão de bens;
  • Pensão; e, até mesmo
  • Quando um dos indivíduos não quer a separação.

Visto isso, apesar de demorado e custoso, o divórcio litigioso deve ser levado em consideração quando não há mais a vontade de permanecer juntos, criando, assim, um ambiente desfavorável à convivência do, até então, casal.  

Como funciona o divórcio litigioso?

O processo de divórcio nunca é fácil, afinal de contas, pode ser o término de uma vida juntos. Contudo, é preciso dizer que não há um tempo mínimo de casamento para efetivar o pedido de divórcio e decidir pela separação, uma vez que todos são livres.

Dessa forma, podemos separar o divórcio litigioso em três partes de igual importância: 

Petição Inicial

Através do apoio de um advogado especialista em Direito Civil, será preciso que um dos cônjuges apresente a petição inicial, a qual deverá conter todos os fatos que apresentem relevância quanto à relação do, até então, casal, bem como as informações sobre os filhos (caso hajam), partilha de bens, necessidade de receber pensão alimentícia, entre outros. 

Audiência de Conciliação

Terminada a fase de petição inicial, tendo o Juiz recebido-a em mãos, serão analisadas todas as questões legais, e, em seguida, agendada uma audiência de conciliação para convencer as partes quanto à necessidade de um acordo. 

Dessa forma, na audiência de conciliação, será obrigatória a participação tanto do autor quanto do réu, sob pena de multa¹ caso não seja cumprida.

¹ A multa equivale à quantia máxima de 2% do valor total da causa.

Citação das partes  

Após a audiência de conciliação, caso não haja nem um tipo de acordo, o Juiz realizará a citação das partes, onde o requerido deverá, no prazo de 15 dias apresentar sua defesa através da contestação. 

Sendo assim, a parte oposta ao requerente deverá apresentar a sua versão de cada um dos fatos² apresentados na petição inicial.

Logo após a contestação, o autor terá o mesmo prazo para efetivar o seu direito de resposta. 

Destarte, caso o casal tenha filhos, processo será encaminhado ao Ministério Público, que decidirá quais provas poderão, ou não, ser utilizadas na fase de apresentação das mesmas.

Então, terminado todo o ciclo, o processo retornará ao Juiz, que vai proferir a sentença.  

²Em suma, o que não for refutado pelo réu será considerado pelo Juiz como sendo verdadeiro.  

Essa é uma possibilidade para todos?

Bom, assim como você pôde ver, o divórcio litigioso é um caminho que costuma demorar mais que o consensual. Contudo, em casos onde não hajam escolhas quanto às maneiras de efetivar a separação, ele será cabível e indicado.

Sendo assim, se o divórcio litigioso é uma necessidade, procure um advogado especialista em Direito Civil para apoiá-lo nesta nova fase da sua vida, onde o recomeço é o melhor caminho para todos.

Restou alguma dúvida? Fique a vontade para fazer ou solicitar o contato conosco e será um enorme prazer estudar o seu caso. 

Compartilhe nas redes!

Summary
Article Name
Divórcio Litigioso: o que é e como ele funciona?
Description
Divórcio Litigioso: Entenda O Que É E Como Proceder Em Tempos Onde O Distanciamento Não É Apenas Social, E Pode Acontecer Dentro De Nossas
Author
Publisher Name
Menezes Bonato
Publisher Logo

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Recomendado só para você!
Essa é mais uma das medidas adotadas pelo Governo para…
Cresta Posts Box by CP