O momento é delicado, mas alguém precisa assumir a responsabilidade… Quem deve ser o inventariante no processo de inventário e partilha?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Quem deve ser o inventariante no processo de inventário e partilha?

Quando ocorre a morte de alguma pessoa, seus herdeiros, sejam eles os herdeiros legais ou decorrentes do testamento, devem ingressar com o devido processo de inventário e partilha dos bens deixados pelo falecido.

Nesse caso como fica a administração dos bens deixados pelo falecido?

Esses bens devem ser administrados pelo inventariante, pessoa nomeada pelo Juiz para esse ato e também para listar e descrever todos os bens do falecido. Além disso, o inventariante deve também pagar as dívidas, proteger os bens e declarar os nomes dos herdeiros.

Mas quem deve ser esse inventariante?

A lei processual brasileira prevê uma lista de pessoas que podem ser nomeadas inventariante, sendo que na ausência de uma passa para a seguinte.

Assim conforme art. 617 do Código de Processo Civil o inventariante será nomeado na seguinte ordem:

1 – O cônjuge ou companheiro do falecido;

2 – O herdeiro que se achar na posse e na administração dos bens (se não houver cônjuge ou companheiro sobrevivente ou se estes não puderem ser nomeados);

3 – Qualquer herdeiro (quando nenhum deles estiver na posse e na administração dos bens);

4 – Se houver herdeiro menor, ele será nomeado inventariante e ele terá representante legal;

5 – O testamenteiro (se lhe tiver sido confiada a administração do espólio ou se toda a herança estiver distribuída em legados);

6 – O cessionário do herdeiro ou do legatário;

7 – O inventariante judicial, se houver;

8 – Qualquer pessoa estranha idônea, quando não houver inventariante judicial.

Mas é necessário seguir obrigatoriamente essa lista? Sim, entretanto em casos excepcionais pode o Juiz nomear a pessoa indicada na ordem seguinte, caso o inventariante constante na ordem anterior não cumpra com suas obrigações.

Fonte: Jusbrasil

Compartilhe nas redes!

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Recomendado só para você!
Proposta de empregados com contratos por hora vai fazer parte…
Cresta Posts Box by CP