Você sabia que estas profissões permitem aposentar mais cedo?

A lista é composta por profissões que permitem que o trabalhador receba a aposentadoria especial, de acordo com o risco que cada uma apresenta

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o responsável em realizar pagamentos de benefícios previdenciários a milhões de brasileiros. O Instituto concede aos segurados aposentadorias, pensões, auxílios, benefícios trabalhistas e os assistenciais. Cada um com um tipo de critério diferente.

Veja as profissões em que é possível se aposentar mais cedo no INSS

Uma das profissões em que o trabalhador pode se aposentar mais cedo é quando ele é exposto a agentes nocivos. Neste caso, será necessário atingir uma pontuação para ter acesso ao benefício.

A regra serve tanto para os trabalhadores como para as trabalhadoras:

Sendo assim os trabalhadores vão precisar ter uma pontuação de 89 pontos, ter atuado em atividades de baixo risco, ter um tempo mínimo de contribuição de 25 anos (exposição a agentes nocivos).

Para os trabalhadores que foram expostos a agentes nocivos de forma moderada, deverá ter uma pontuação de 76 pontos, ter contribuído por pelo menos 20 anos junto ao INSS.

Para quem atuou em atividades de alto risco a saúde, deverá ter uma pontuação de 66 pontos e ter contribuído por pelo menos 15 anos junto ao INSS

A lista é composta por profissões que permitem que o trabalhador receba a aposentadoria especial, de acordo com o risco que cada uma apresenta.

Profissões de alto risco

  • Mineiros no subsolo;
  • Operadores de britadeira de rocha subterrânea;
  • Cavouqueiros;
  • Choqueiros;
  • Perfurador de Rochas em Cavernas;
  • Carregadores de Rochas

Profissões de risco moderado

  1. Trabalhadores que atuam em Túnel ou Galeria Alagada;
  2. Encarregados de fogo;
  3. Carregador de Explosivos;
  4. Extratores de fósforo branco;
  5. Extratores de mercúrio;
  6. Fabricantes de tinta;
  7. Fundidores de Chumbo;
  8. Laminadores de Chumbo;
  9. Moldadores de Chumbo.

Profissões de risco baixo

  1. Metalúrgicos;
  2. Professores;
  3. Bombeiros;
  4. Dentistas;
  5. Médicos;
  6. Cirurgiões;
  7. Enfermeiros;
  8. Auxiliar de Enfermeiro;
  9. Eletricistas (acima 250 volts);
  10. Motoristas de caminhão (acima de 4000 tons);
  11. Motoristas de ônibus;
  12. Maquinistas de trem
  13. Recepcionistas;
  14. Pescadores;
  15. Engenheiros químicos;
  16. Engenheiros de minas;
  17. Jornalistas;
  18. Mergulhadores;
  19. Mineiros de superfície;
  20. Soldadores;
  21. Tintureiro;
  22. Torneiros Mecânico;
  23. Trabalhadores de Construção Civil (Grandes Obras)
  24. Vigias Armados;
  25. Foguista;
  26. Químicos Industriais;
  27. Toxicologistas;
  28. Gráfico;
  29. Aeroviário;
  30. Aeroviário de Serviço de Pista;
  31. Auxiliar de Tinturaria;
  32. Auxiliares ou Serviços Gerais;
  33. Escafandristas;
  34. Tintureiros;
  35. Estivador;
  36. Perfuradores;
  37. Extratores de petróleo;
  38. Técnico em laboratórios de análise e laboratórios químicos;
  39. Técnico de radioatividade;
  40. Transporte ferroviário;
  41. Transporte urbano e rodoviários;
  42. Operadores de Caldeira;
  43. Operadores de Raios-X;
  44. Operadores de Câmara Frigorífica;
  45. Pintores de Pistola;
  46. Supervisores e Fiscais de áreas com ambiente insalubre.

Como solicitar a aposentadoria especial?

  • Acesse o site meu.inss.gov.br ou baixe o aplicativo para Android ou iOS;
  • clique em “entrar” se você já tiver senha cadastrada; ou clique em “cadastrar senha” para fazer o seu cadastro;
  • no início, digite na caixa de pesquisa a palavra “aposentadoria” e clique na opção “Aposentadoria por Tempo de Contribuição / Idade Urbana”;
  • agora, selecione a opção “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”;
  • atualize os seus dados e clique “avançar”, clique em “continuar”, leia as próximas informações e clique novamente em  “avançar”;
  • o sistema vai perguntar se “Você possui tempo especial?”, na aposentadoria especial é obrigatório que você clique em SIM, depois em “próximo”;
  • depois, pergunta se “Você possui tempo rural?”, clique na opção que se encaixa a você;
  • agora, pergunta se “Você possui tempo trabalhado em outro país (exterior)?”, clique na opção que se encaixa a você;
  • depois, pergunta se “Você já trabalhou como professor?”, clique na opção que se encaixa a você;
  • depois, pergunta se “Você já trabalhou como militar e/ou funcionário/servidor público da União, Estado ou Município?”, clique na opção que se encaixa a você;
  • por fim, se “você concorda com a aposentadoria proporcional, caso não tenha o tempo de contribuição integral”, clique na opção que se encaixa a você;
  • confirme se todos os dados pessoais estão preenchidos de forma correta;
  • clique no sinal de + para anexar todos os documentos, depois clique em “avançar”;
  • selecione a agência do INSS mais próxima da sua residência e clique em “avançar”;
  • selecione o banco mais próximo da sua residência e clique em “avançar”;
  • confira todas as informações com bastante cuidado, se estiverem corretas, clique em “Declaro que li e concordo com as informações acima”, depois clique em “avançar”.

Documentos necessários

  • PPP( Perfil Profissiográfico Previdenciário)
  • LTCAT( Laudo das Condições Ambientais do Trabalho)
  • Carteira de trabalho (CTPS)
  • Prova Testemunhal
  • DIRBEN 8030 (antigo SB-40, DISES BE 5235, DSS 8030)
  • adicional de periculosidade;
  • certificado de cursos e apostilas de qualificação;
  • laudos através de reclamação trabalhista.

Fonte: Jornal Contábil

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Compartilhe nas redes!

Você, caro leitor, fique à vontade em utilizar nosso conteúdo em seu blog, site e redes sociais, para isso basta citar a fonte e o site (www.menezesbonato.adv.br).

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado só para você!
Conheça alguns detalhes essenciais que muitos segurados desconhecem sobre a…
Cresta Posts Box by CP

AVISO DE GOLPE

Logo New - Menezes Bonato Advogados Associados

Prezados clientes, informamos que tem pessoas usando indevidamente o nome do nosso escritório e até o nome dos advogados como por exemplo, se passando pela Dra. Danielle, onde o fraudário impostor está solicitando que seja feito o pagamento de algumas taxas para que seja liberado os valores do processo, a foto desta pessoa está com o logo do escritório e eles se apresentam como Dra. Danielle Ribeiro de Menezes Bonato em alguns momentos.

Informamos que não enviamos mensagem solicitando pagamentos, TED ou transferência e pedimos que caso venha ocorrer essa situação para imediatamente entrarem em contato conosco nos telefones do escritório (19) 3444-8624 / 3713-8614.

Agradecemos a compreensão.

Menezes Bonato Advogados