A revisão da vida toda pode aumentar o valor da sua aposentadoria. Entenda!

Dentre os assuntos de destaque entre os aposentados e pensionistas do INSS, está a famosa Revisão da Vida Toda. Afinal de contas, um parecer favorável aos segurados, pode elevar significativamente o valor do benefício mensal pago pelo instituto.

De modo breve, a medida pede a inclusão dos salários-contribuição realizados antes de 1994 no cálculo que define o valor de aposentadorias e pensões. Isto porque, mediante ao vigor da reforma de 1999, os recolhimentos deixaram de ser computados pelo INSS.

Em outras palavras, o cálculo de benefícios concedidos após 1999 não considerou contribuições realizadas após julho de 94, período em que o real passou a ser a moeda oficial do Brasil.

Quem pode pedir a revisão da vida toda?

Para saber se o segurado possui direito a entrar com a ação de revisão é preciso, ele precisa, basicamente, analisar três pontos, são eles:

  • Prazo prescricional: O primeiro pagamento do INSS deve ter ocorrido nos últimos 10 anos anteriores a Reforma da Previdência (13/11/2019);
  • Período em que o benefício foi concedido: a concessão da aposentadoria ou pensão deve ter acontecido entre  29 de novembro de 1999 e 12 de novembro de 2019;
  • Ter contribuições antes de 94: é preciso ter recolhido junto ao INSS antes de o Plano Real ter começado a valer em julho de 1994, para que as contribuições sejam devidamente incluídas no cálculo do benefício.

Vale ressaltar que a Revisão da Vida Toda somente é aplicada nos seguintes benefícios:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Aposentadoria especial;
  • Aposentadoria da pessoa com deficiência;
  • Pensão por morte.

Ainda sim, talvez a pergunta ideal seria: para quem a ação é vantajosa? Sobre esta questão, o ideal é buscar a resposta na consulta de profissional capacitado, entretanto, podemos adiantar que a revisão é uma grande oportunidade para aqueles que possuíam altos salários antes de julho de 94.

A revisão sairá ainda em 2022?

No momento, a revisão segue em análise no Supremo Tribunal Federal, e o julgamento da corte pode ocorrer a qualquer momento, inclusive em 2022. Vale lembrar, que no mês de fevereiro a ação já havia recebido uma parecer favorável em plenário físico, mas, o ministro  o ministro Kassio Nunes Marques entrou com o pedido de destaque obrigando que tema fosse avaliado novamente.

A grande problemática se desdobrou, pois, a revisão seria novamente julgada do zero, dispensando o voto a favor do ministro Marco Aurélio de Mello, dado que o mesmo já se aposentou. No entanto,  o STF decretou uma nova norma que mantém o voto de ministros aposentados, mesmo após o pedido.

Sendo assim, apesar de ainda não haver uma decisão oficial sobre a decisão, a boa notícia é que os dois caminhos mais prováveis do julgamento são favoráveis aos aposentados e pensionistas. Isto porque, ou é decretada a vitória dos aposentados, ou o julgamento reinicia computando o voto a favor de Marco Aurélio.

Fonte: Jornal Contábil

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fale com um Especialista!

Áreas de Atuação

Direito Previdenciário

Direito Trabalhista

Direito de Família

Direito Civil

Mais Populares

Saiba Se O Valor Da Sua Aposentadoria Está Correto! (1) - Menezes Bonato Advogados Associados
Saiba se o valor da sua aposentadoria está correto!
Veja 4 passos simples para antecipar sua aposentadoria do INSS!
Veja 4 passos simples para antecipar sua aposentadoria do INSS!
Como Solicitar O Benefício Da Aposentadoria Pelo Meu Inss - Menezes Bonato Advogados Associados
Veja como solicitar o benefício da aposentadoria pelo Meu INSS!
Saiba Tudo Sobre O Irpf 2024 Para Aposentados! - Menezes Bonato Advogados Associados
IRPF 2024 para aposentados: como funciona a declaração?
Saiba Tudo Sobre A Revisão Do Benefício De Aposentadoria - Menezes Bonato Advogados Associados
Saiba tudo sobre a revisão do benefício de aposentadoria!
Saiba Como Funciona E Quem Tem Direito à Aposentadoria Mental! - Menezes Bonato Advogados Associados
Saiba como funciona e quem tem direito à aposentadoria mental!

Quer agendar um atendimento?

Preencha o formulário ao lado, contando um pouco sobre que tipo de auxílio precisa, ou entre em contato através dos links abaixo.

Email

contato@menezesbonato.adv.br

Matriz

Telefone Fixo

(19) 3441-1181

Endereço Matriz

Rua Sete de Setembro, 602 - Centro - Limeira/SP

Unidade Av. Paulista

Telefone Fixo

(11) 2770-0041

Endereço Av. Paulista

Av. Paulista, 1636, 15° andar, Cerqueira César - São Paulo/SP

Formulário de contato

Qual área precisa de auxílio?